Navigation Menu+

Symbebekos


Performance, 2002.
Cacos de vidro e luz.

Fotografias da performance realizada noFestival Performance Arte Brasil, MAM, Rio de Janeiro, 2011 | Verbo 06 – Galeria Vermelho, São Paulo, 2006 | Prima Obra – Galeria FaygaOstrower – Funarte, Brasília, 2003 | Trajetórias – Galeria Baobá –  Fundação Joaquim Nabuco, Recife, 2002.

A artista abre espaço por entre um caminho formado por cacos de vidro, que são cautelosamente retirados do percurso pelo movimento de seus pés descalços. A ação é realizada até que todo o corredor de cacos seja atravessado.

 

Ler texto de Juliana Notari >

Ler texto de Carlos Lopez >

 

Próximo >