Navigation Menu+

Ferida da Bienal

Recortes de parede aplicados sobre madeira, 2008. Série com 12 quadros, dimensões variadas.
Camadas de tinta recortadas de parede∕obra de Paulo Climachauska e prospecção realizada com bisturi.
Montagem na exposição Diário de Bandeja, Galeria de Arte Amparo 60, Recife, 2008.

Um processo de prospecção — em formato de fenda — é realizado sobre recortes de parede extraídos da obra do artista Paulo Climachauska (26ª Bienal de São Paulo), revelando uma intensa cor vermelha que havia sido sobreposta por camadas mais recentes de tinta. O contraste criado entre o desenho matemático do artista e a intervenção de aspecto sanguíneo atravessa 12 recortes de parede, adquirindo dimensões e contornos variados.